PT estuda tentar impedir senadores que faltaram nos debates de votar

-

Coluna do Estadão

28 de agosto de 2016 | 17h21

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Foto: Dida Sampaio/Estadão

 

Os aliados da presidente afastada Dilma Rousseff estudam ingressar na segunda-feira com uma questão de ordem que, se aceita, pode impedir alguns senadores de participar da votação final do impeachment. Se a ideia for levada adiante, eles vão questionar o ministro Ricardo Lewandowski, que preside as sessões nesta fase do julgamento, se os senadores que não participaram do plenário ou que não comprovaram presença na Casa Legislativa na fase decisória do processo poderão votar.

Os petistas já haviam feito questionamento anterior, mas se considerou que alguns senadores costumam acompanhar as sessões dos seus gabinetes. Agora, a ideia é que eles comprovem que estavam na Casa.

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.