PSDB vai tentar se blindar contra delações

PSDB vai tentar se blindar contra delações

.

Luiza Pollo

10 Dezembro 2016 | 05h00

BRASILIA DF 25/11/2016 POLITICA    O PSDB administrará a maior parcela da população e o maior número de capitais brasileiras. Tudo isso traz a todos nós uma enorme responsabilidade?, afirmou o senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB, na abertura do encontro de prefeitos eleitos pelo partido, realizado nesta sexta-feira (25/11), em Brasília. na foto FHC, Aecio Neves e Geraldo Alckmin  FOTO ORLANDO BRITO

Foto: Orlando Brito

Com caciques tucanos sendo alvo das delações feitas pela cúpula da Odebrecht, o comando do PSDB trabalha para blindar a imagem do partido. A ideia é que, apesar das denúncias, a legenda se alinhe com a opinião pública e apresente projeto no Senado revertendo mudanças feitas no pacote anticorrupção pela Câmara. O projeto protegerá as ações de juízes e de procuradores do Ministério Público nas investigações contra políticos. A proposta foi acertada em conversas entre o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o senador Aécio Neves e o líder do governo no Senado, Aloysio Nunes Ferreira.

No projeto ficará explícito que a interpretação da lei por si só não poderá ser caracterizada como crime de responsabilidade por juízes e procuradores, anulando a mudança feita pelos deputados.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Mais conteúdo sobre:

PSDBOdebrecht