PSDB se reúne para debater reforma da Previdência

PSDB se reúne para debater reforma da Previdência

Coluna do Estadão

09 de março de 2019 | 05h00

Presidente do PSDB, Geraldo Alckmin. Foto: Nilton Fukuda/Estadão

O PSDB fará quarta-feira em Brasília sua primeira rodada de estudo e discussão sobre a reforma da Previdência. O presidente do partido, Geraldo Alckmin, lembra que os tucanos, historicamente favoráveis às mudanças nas regras da aposentadoria, apoiam em tese o projeto de Jair Bolsonaro, mas vão debater a fundo o texto para ver se existem pontos a ser “aperfeiçoados”. “É uma questão fiscal e também de justiça social, portanto, ninguém pode ficar fora e não deve haver benefício menor do que o salário mínimo”, diz o ex-governador.

Aula. Participarão dos debates as bancadas tucanas da Câmara e do Senado. Governadores e prefeitos de capitais estão convidados. Paulo Tafner, Roberto Brant e Felipe Salto, todos especialistas no tema, serão os palestrantes.

Modelo. Uma das ideias que os tucanos podem apresentar ao governo federal é a da Prevcom (a fundação de previdência complementar criada em São Paulo em 2011), que vem sendo adotada por outros Estados.

Na frente. Onyx Lorenzoni tem pedido a líderes para, em um primeiro momento, escolherem deputados simpáticos à reforma para a CCJ. Ele espera encerrar o assunto em cinco sessões. Depois, os integrantes podem ser trocados.

Fase 1. No governo, comemora-se que, para passar na CCJ e na Comissão Especial na Câmara, a reforma precisa apenas de maioria simples, a metade mais um. Esperam ganhar fôlego nessas etapas para conseguir enfrentar o plenário.

Diversificar. Eduardo Cury (PSDB-SP) tem se cacifado para a relatoria da reforma, embora Rodrigo Maia ainda mantenha alguma resistência a ele devido à proximidade do parlamentar com o secretário da Previdência, Rogério Marinho.

SINAIS PARTICULARES
NOVOS LÍDERES DO CONGRESSO
Major Olímpio, líder do PSL no Senado (SP)

ILUSTRAÇÃO: KLEBER SALES/ESTADÃO

Diagnóstico. Capitão Augusto (PR-SP), um dos vice-líderes do governo na Câmara, afirma ter passado o carnaval tomando o pulso de colegas sobre a reforma. “Tem descontentamento para todos os gostos.”

Me atende. O vice-líder diz esperar há mais de um mês uma resposta a um pedido de audiência com três ministros de Bolsonaro.

CLICK. Marcelo Ramos (PR) conversa com eleitores todas as segundas e sextas-feiras nos semáforos de Manaus para prestar contas de seu mandato. Diz que assim o fará nos próximos quatro anos. Ontem, ouviu sugestões sobre reforma da Previdência. “É bem dividido. A pessoas mais simpáticas ao Bolsonaro pedem que a gente vote a favor, mas o trabalhador pouco ligado à política ainda tem a ideia de que trata-se de algo contra ele”, diz o deputado.

Foto: Divulgação/Marcelo Ramos

Perigo… Procuradores temem que o julgamento no STF sobre a competência da Justiça Eleitoral para casos da Lava Jato ameace sentenças já proferidas.

…real. “Dependendo do que entenderem, pode comprometer até condenações em 2.ª instância”, diz o integrante da força-tarefa do Rio Almir Teubl Sanches.

Paradigma. No Rio, o trabalho se desdobrou a partir dos episódios envolvendo o ex-governador Sérgio Cabral, que alegava que os valores recebidos eram caixa dois, e não propina.

Time… A comitiva que acompanhará Bolsonaro a Washington na semana que vem, na visita a Trump, ganhou um reforço estelar: Sérgio Moro (Justiça).

…completo. Há memorandos de entendimento entre os dois países que devem ser assinados relativos ao combate ao crime.

Arigatô. A Apex levou empresários a Tóquio para uma feira do setor alimentício. Acertaram a venda de frango e insumos para brasileiros imigrantes que produzem no Japão.

BOMBOU NAS REDES!

Tabata Amaral, deputada federal (PDT-SP): “Tenho muito orgulho de ser a primeira mulher da minha comunidade na política, mas nunca vou ter orgulho de ser a única”, sobre O Dia Internacional da Mulher.

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA. COLABOROU BEATRIZ BULLA

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao