PSDB quer comando da Comissão de Relações Exteriores; Aécio pode ser indicado

PSDB quer comando da Comissão de Relações Exteriores; Aécio pode ser indicado

Mariana Haubert

26 de fevereiro de 2021 | 10h55

Foto: Dida Sampaio/Estadão

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o ex-chanceler e ex-senador Aloysio Nunes Ferreira e o senador José Serra acionaram o líder do PSDB na Câmara, deputado Rodrigo de Castro (MG), para pedir que o partido brigue pelo comando da Comissão de Relações Exteriores da Casa. Hoje o colegiado está nas mãos da ala bolsonarista do PSL.

À Coluna, Aloysio Nunes contou que o pedido se deu porque a legenda já tem experiência na área internacional e deve pleitear uma comissão expressiva. “O que eu acho importante é que o PSDB pegue essa comissão, já que a gente tem a oportunidade”, disse.

O deputado Aécio Neves (MG) é o nome mais cotado para ser indicado pela bancada para o comando da comissão se o partido conseguir a presidência dela. Segundo Aloysio, a prerrogativa da indicação cabe ao líder da bancada e o nome de Aécio teria legitimidade como o de qualquer outro deputado.

Os partidos na Câmara ainda negociam a divisão das comissões. Inicialmente, o PSL ficaria com a CRE. A bancada da legenda chegou a realizar uma eleição interna em que escolheu o deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança (SP) para substituir Eduardo Bolsonaro (SP).

O comando dessa comissão é importante para o governo Bolsonaro já que por ali são analisados a maioria dos tratados internacionais firmados pelo País e projetos sobre o assunto.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.