PSDB decide retomar reformas, independentemente de apoio a Temer

PSDB decide retomar reformas, independentemente de apoio a Temer

.

Marcelo de Moraes e Naira Trindade

22 de maio de 2017 | 16h20

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A cúpula do PSDB decidiu apoiar a retomada do debate das reformas no Congresso, a despeito de apoiar ou não o governo Temer. O presidente em exercício do PSDB, senador Tasso Jereissati, anunciou hoje a decisão e o relatório da reforma trabalhista já será lido amanhã na Comissão de Assuntos Economicos (CAE) no Senado.  O relator da reforma, senador Ricardo Ferraço  (PSDB-ES), confirmou a leitura do relatório.

“Apoiamos as reformaa por convicção “, diz Tasso. “As denúncias são gravissimas e estão sendo analisadas. Mas o País não pode parar por causa disso”, afirmou.

A oposição promete impedir a retomada da discussão amanhã.

“Esse governo está para cair e querem passar esse relatório na CAE? Isso é uma provocação “, reagiu o senador Lindbergh Farias (PT-RJ).

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

PSDBreformas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.