PSB pede ao STF liberação de médicos com diploma do exterior para atuar na pandemia

PSB pede ao STF liberação de médicos com diploma do exterior para atuar na pandemia

Mariana Haubert

17 de março de 2021 | 08h00

Médicos tratam paciente com coronavírus Foto: Tiago Queiroz/Estadão

O PSB ingressou com ação no STF para pedir a suspensão dos impedimentos legais impostos pelo governo que dificultam a contratação emergencial de médicos brasileiros ou estrangeiros formados no exterior, mesmo dos que já atuaram no SUS no programa Mais Médicos.

O partido reclama que regras de participação de profissionais estrangeiros na ação estratégica do governo para enfrentamento à pandemia não foram flexibilizadas e lembra que o Revalida – exame de revalidação de diplomas obtidos em outros países – não foi realizado por três anos. A sigla afirma também que muitos médicos cubanos que estavam no País no início da pandemia não foram autorizados a trabalhar.

Integrantes do PSB avaliam, porém, que, por ser presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Marcelo Queiroga pode ter resistência à liberação de médicos estrangeiros.

Tudo o que sabemos sobre:

STFPSBcoronavíruscovid-19pandemia

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.