Procuradoria deve se manifestar contra foro de ministro

Procuradoria deve se manifestar contra foro de ministro

Coluna do Estadão

22 de fevereiro de 2019 | 05h00

Ministro Marcelo Álvaro Antônio. FOTO: VALTER CAMPANATO/AG. BRASIL

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, deve pedir a manutenção das investigações sobre o suposto laranjal do PSL em Minas na 1.ª instância. Ela se manifestará instada por Luiz Fux, relator do pedido do ministro Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) para que seu caso seja apreciado no Supremo. A avaliação na Procuradoria é de que a encrenca dele é semelhante à do senador Flávio Bolsonaro: anterior ao mandato. Deixando o pepino em Minas, Raquel também evita desgaste com Jair Bolsonaro, de quem depende sua manutenção no posto que ocupa.

O histórico. Marcelo Álvaro é investigado pela Procuradoria Regional Eleitoral. Uma candidata estadual diz ter sido ameaçada por auxiliares do ministro para devolver parte do dinheiro recebido do fundo eleitoral.

Com a palavra. O advogado Willer Tomaz diz que a PGR está no seu papel constitucional, mas não compete a ela decidir sobre o caso. “A manifestação, portanto, é apenas uma parte do rito processual.”

Porta errada. Um ex-governador do DEM com bom trânsito em Brasília lembra que Rodrigo Maia não tem caneta para nomear ou “desnomear” quem quer que seja. Pode, no máximo, recomendar currículos, diz ele.

Pedra… O deputado Paulinho da Força vai apresentar emenda para diminuir a idade mínima. Também quer tornar mais claras as regras de transição.

…no sapato. O deputado quer bastante barulho dos trabalhadores após o carnaval. Devem ocupar os aeroportos nos dias em que os parlamentares se deslocam para Brasília, terças-feiras.

Estamos… O ministro do TCU Bruno Dantas quer investigar o regime de teletrabalho na Defensoria Pública da União.

…de olho. “Parece-me questionável que um defensor público consiga exercer plenamente suas atribuições em regime integral de teletrabalho”, justificou.

Nada disso. Defensores afirmam que são poucos os colegas que atuam no exterior e que os que estão acompanham cônjuges, direito ao qual os servidores públicos têm direito.

SINAIS PARTICULARES
SÉRIE NOVOS LÍDERES DO CONGRESSO
Leandre, líder do PV na Câmara (PR)

ILUSTRAÇÃO: KLEBER SALES/ESTADÃO

Ponto sensível. Na tentativa de se diferenciar de seus antecessores tucanos no Palácio dos Bandeirantes, João Doria está estrategicamente apostando na Educação, área em que o Estado não atingiu os melhores patamares nos rankings especializados.

Meta. Hoje o governador lança o Educa SP, o “Corujão da Educação”. O objetivo é a retomada da liderança no Ideb do ensino médio. O programa consiste em parceria com instituições de ensino superior para conectar os jovens com o mundo universitário.

CLICK. Em meio a críticas no Congresso, o presidente Jair Bolsonaro saiu em defesa do líder do governo, Major Vitor Hugo, e postou uma foto do deputado na tribuna.

INSTAGRAM JAIR BOLSONARO

Bem rápido. O texto da MP do homeschooling de Damares Alves será à Bolsonaro: breve. A medida deve trazer um sistema de avaliação periódico, conforme sinalizou positivamente o STF para a possibilidade já.

Pode?. A Corte decidiu que crianças não podem estudar somente em casa, mas entendeu que a prática pode ser válida, se aprovada em lei. A equipe que elabora o texto analisa grupos de WhatsApp de pais.

PRONTO, FALEI!

Heráclito Fortes. FOTO: IARA MORSELLI/ESTADÃO

Heráclito Fortes, ex-deputado federal (DEM-PI): “A corrida pela aprovação da reforma da Previdência no Congresso é de resistência, não de velocidade”, sobre as articulações pelas mudanças na aposentadoria

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA. COLABOROU RAFAEL MORAES MOURA

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: