Presidente do PSB admite ‘pendurar’ dívidas de eleições municipais

Presidente do PSB admite ‘pendurar’ dívidas de eleições municipais

.

Luiza Pollo

19 de fevereiro de 2017 | 05h30

Foto: Ed Ferreira/Estadão

Foto: Ed Ferreira/Estadão

Quatro meses depois do término das eleições municipais, vários partidos ainda amargam dívidas com despesas de campanha. Presidente do PSB, Carlos Siqueira admite que “uma porção de dívidas vai ficar pelo caminho, serão penduradas”.

O PSB apertou as contas para sanar suas dívidas no plano nacional até março. “Espero nunca mais fazer uma campanha como essa. O Fundo Partidário é a manutenção do partido”, diz Siqueira.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Carlos Siqueira

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.