Presidente do PMB diz que partido é “noivinha da eleição”

Presidente do PMB diz que partido é “noivinha da eleição”

.

Pedro Venceslau

17 de junho de 2016 | 13h38

Sued fala ao lado de Laercio Benko, do PHS, que também deu apoio a Dória | Pedro Venceslau/Estadão

Sued fala ao lado de Laercio Benko, do PHS, que também deu apoio a Dória | Pedro Venceslau/Estadão

A presidente do Partido da Mulher Brasileira, Sued Haidar,  cometeu um sincericídio no evento de apoio ao pré-candidato do PSDB à eleição para a Prefeitura de São Paulo, João Dória Jr, nesta sexta-feira, 17, na capital paulista. “Viramos a noivinha da eleição. Estamos sendo disputados à tapa em todo País”, afirmou.

O PMB  foi usado como “partido ônibus” na janela partidária. Teve 21 deputados e levou o tempo de TV e fundo partidário. Hoje, tem apenas um deputado.

“Não somos partido de aluguel. Procurarmos casamentos sérios em todo País”, disse Sued. “Temos o oitavo maior tempo de TV”, finalizou.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: