Presidente do BB suspende férias de 50 executivos

Presidente do BB suspende férias de 50 executivos

­­

Coluna do Estadão

17 de agosto de 2016 | 05h00

Foto: Evaristo Sá/AFP

Foto: Evaristo Sá/AFP

O presidente do BB, Paulo Caffarelli, suspendeu as férias de todos os executivos do banco até o dia 30 de novembro e não descarta estender a medida até dezembro caso necessário. Justifica que o sacrifício é para perseguir a meta de sua gestão de buscar a mesma rentabilidade para o BB dos bancos privados concorrentes. Caffarelli não determinou prazo, mas quer alcançá-la o mais rápido possível. Nos próximos três meses, a ordem é mapear as frentes de negócio que possam levar o banco ao objetivo.

Os movimentos do BB estão sob olhares atentos do mercado financeiro que ainda não tem claro se Michel Temer, caso permaneça no mandato, irá seguir a linha dos governos petistas ou dará uma nova orientação.

A proibição de férias atinge os 8 vice-presidentes, 26 diretores e 16 gerentes de unidades.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Enigma

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.