Presidente da Anatel renuncia à vaga na agência reguladora

Presidente da Anatel renuncia à vaga na agência reguladora

­

Coluna do Estadão

10 de agosto de 2016 | 17h02

Rezende-Anatel-630

 

O presidente da Anatel, João Rezende, comunicou ao ministro das Comunicações, Gilberto Kassab, sua decisão de deixar a agência reguladora. Ela foi indicado para o cargo pelo ex-ministro Paulo Bernardo. Seu segundo mandato na agência terminaria dia 4 de novembro de 2018. Ele acertou com Kassab que ficará no cargo até 29 de agosto.

Rezende deixa o cargo em meio a polêmica aprovação do Termo de Ajuste de Conduta da OI que permitiu à operadora trocar multa bilionário por serviço em meio a um anúncio de reestruturação financeira. No Congresso, também há ameaças de abertura de CPI da Anatel com foco na gestão de Rezende.

Na saída, Rezende encaminhou para o ministro um pedido de troca na vice-presidência da agência. O conselheiro Igor Vilas Boas assume a vice-presidência da Anatel e até a nomeação de Juarez Quadros. Segundo fontes, o nome dele foi indicado ao ministro Kassab pelo lobista Sávio Pinheiro, que também já conseguiu emplacar André Borges, ex-OI para o cargo de assessor especial e secretário de telecomunicações da pasta.

O senador licenciado Walter Pinheiro (BA) também pediu por Quadros. Houve conversas com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), contudo, o PMDB do Senado não assume a indicação.

Mais cedo, parlamentares criticaram João Rezende no plenário da Câmara. Assista ao vídeo:

Tudo o que sabemos sobre:

Saída

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.