Pouco habituados a delação, advogados atrasam acordo com a Odebrecht

Pouco habituados a delação, advogados atrasam acordo com a Odebrecht

.

Luiza Pollo

27 de novembro de 2016 | 06h15

Foto: JF Diório/Estadão

Foto: JF Diório/Estadão

Uma constatação de procuradores que atuam na Lava Jato é que os advogados envolvidos não estavam habituados a negociar acordos de delação premiada, o que ajudou na lentidão do caso.

Antes da Lava Jato, importantes criminalistas recusavam clientes delatores por considerar que tinham papel reduzido

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Lava JatoOperação Lava Jato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.