Por causa do Bolsa Família, agenda econômica no Senado corre risco

Por causa do Bolsa Família, agenda econômica no Senado corre risco

Coluna do Estadão

06 de março de 2020 | 05h00

Jair Bolsonaro, ao lado do ministro da economia , Paulo e Guedes e da Casa Civil Onyx Lorenzoni, entrega porpostas de reformas ao presidente do Senado Davi Alcolumbre . FOTO GABRIELA BILO / ESTADAO

A prioridade dada às Regiões Sul e Sudeste na concessão de novos benefícios do Bolsa Família, revelada pelo ‘Estado’, pode ter impacto direto nas votações da pauta econômica no Senado. Em privado, mesmo quem é favorável à agenda reformista admite que o clima está azedo; outros já falam abertamente em obstrução. Dois terços da Casa são de senadores de Norte e Nordeste (número necessário para a aprovação de uma PEC). No Senado, há três pontos essenciais para Paulo Guedes: fundos públicos, o Pacto Federativo e a PEC Emergencial.

Vixe. Na Câmara, a repercussão também foi ruim. O Nordeste recebeu 3% dos novos benefícios enquanto Sul e Sudeste responderam por 75% das concessões.

Vixe 2. Relator da PEC dos fundos, Otto Alencar (PSD-BA) diz que vai obstruir a votação das pautas do governo, inclusive do seu próprio relatório, enquanto não for revertida a situação (leia abaixo).

PRONTO, FALEI!

Otto Alencar, senador (PSD-BA): “Mostra claramente que ele (Bolsonaro) passou um risco no Brasil: de Minas Gerais para cima é um país que deve ser isolado, perseguido de forma odiosa.”

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Não tem como…. Governadores e prefeitos do Nordeste alertam que, se o cenário for mantido, Bolsonaro vai conseguir unir do DEM ao PT na região.

A ver. A reformulação do governo no Bolsa Família, que já está em andamento na Cidadania de Onyx Lorenzoni, deve ter como foco a Região Nordeste.

Tô… Apesar dos apelos de Paulo Guedes para garantir apoio dos movimentos de rua às reformas, o MBL não deve engrossar as manifestações, mesmo se elas forem “propositivas”.

…fora. “Manifestação governista é coisa de CUT azul, não vamos nos tornar o que sempre criticamos”, disse Kim Kataguiri (DEM-SP), líder do grupo.

SINAIS PARTICULARES.
Kim Kataguiri, deputado federal (DEM-SP)

Kleber Sales

Crise. O assassinato do empresário Adalto Soares Jorge, presidente da concessionária Transunião, que opera ônibus na zona leste de São Paulo, está respingando na disputa interna do PT paulistano.

Crise 2. Ex-perueiro, Jorge era muito próximo do vereador Senival Moura (PT), aliado importante do ex-secretário de Transportes Jilmar Tatto, um dos pré-candidatos a prefeito da capital neste ano. A polícia ainda investiga o crime.

Coleta… O despacho do ministro Luiz Fux selecionando as participações na audiência pública do Supremo da ADI que julga a constitucionalidade do juiz de garantias causou perplexidade entre os advogados.

…seletiva. O ministro, que presidirá o STF a partir de setembro, incluiu mais de 19 membros do Poder Judiciário, 16 representantes do Ministério da Justiça e somente 7 entidades que representam a advocacia e 4 da defensoria pública.

Xi… Entidades como o Instituto dos Advogados do Brasil foram deixadas de fora por Luiz Fux.

CLICK. Com roteiro inspirado no sucesso de Tudo Ok, vídeo do Cidadania diz que candidatas da sigla vão “brotar no bailão da democracia” (brilhar nas eleições).

Divulgação/

Empoderadas. O Cidadania lança hoje na redes sociais uma homenagem ao Dia da Mulher. Na peça, Bolsonaro
aparece dando uma banana enquanto a locutora diz: “Se o poder insiste em ser masculino, adivinha, a mudança é feminina”.

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, MARIANA HAUBERT E MARIANNA HOLANDA.

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: