Por Alckmin, bancada do PSDB troca insultos

Por Alckmin, bancada do PSDB troca insultos

Coluna do Estadão

24 de abril de 2018 | 05h30

Prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB)

A proposta do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, para que o PSDB troque o presidenciável Geraldo Alckmin por Tasso Jereissati desencadeou uma áspera discussão na bancada do partido na Câmara dos Deputados. Pelo grupo de WhatsApp, os tucanos trocaram ofensas. A tensão se elevou quando Vanderlei Macris (SP) disse que Virgílio fazia um papel “ridículo”. O deputado Arthur Bisneto (AM), filho do prefeito, ameaçou: “Comece mudando suas palavras. Ou vou chegar em Brasília e mudarão por conta própria. Você não me conhece. Vou até o limite. Se quiser em plenário, avise. Ou fora”.

Faísca… O deputado Silvio Torres (SP) engrossou o coro pró-Alckmin. “Como o Arthur se presta a um papel desagregador de nossa candidatura?”, escreveu no grupo. Lobbe Neto (SP) defendeu Tasso para o governo do Ceará, garantindo palanque para Alckmin.

…e fogo. Ao final do bate-boca, Macris disse que iria se retirar “dessa provocação”. Arthur Bisneto respondeu: “Seu frouxo”. Procurados, os dois deputados não ligaram de volta.

 

FOTO: COLUNA DO ESTADÃO

FOTO: COLUNA DO ESTADÃO

FOTO: COLUNA DO ESTADÃO

Combinado não é caro. O PSB deu um passe livre para o governador de São Paulo, Márcio França, apoiar Alckmin mesmo que o partido lance Joaquim Barbosa ao Planalto. O ex-ministro já foi avisado de que não terá palanque no Estado.

Guru. O comando do PSB quer que Joaquim Barbosa, muito cobrado sobre suas posições econômicas, ouça o economista Eduardo Giannetti, que foi conselheiro de Eduardo Campos e é de Marina Silva (Rede).

Um dia… O “japonês da Federal”, Newton Ishii, famoso por conduzir ilustres condenados da Lava Jato, sucumbiu aos encantos da política. Não só se filiou ao PEN como vai presidir o partido no Paraná.

…atrás do outro. Colegas de Ishii na PF se incomodaram com a escolha da sigla. Foi o PEN que ingressou com ação no Supremo para impedir a prisão após 2.ª instância, manobra considerada um golpe na Lava Jato.

Sinal do tempo. Em conversas reservadas, Jorge Viana (PT-AC) tem admitido dificuldades em se reeleger senador. O partido está desgastado no Estado depois de 20 anos de poder.

Negativo. Em parecer encaminhado ao STF, por meio da AGU, Michel Temer manifestou-se contrário às pretensões do PP e do Podemos, que recorreram à Justiça para tentar aumentar o tempo de TV que terão na campanha.

Jeitinho. Na ação, pedem que a divisão seja feita com base no número de deputados que cada partido tinha no dia 28/8/2017 e não nas bancadas eleitas em 2014.

Porta errada. Para Temer, a distribuição de tempo de TV cabe ao Congresso Nacional e não à Justiça.

CLICK. Eduardo Guardia (Fazenda) encontrou, por acaso, o presidente da Colômbia em NY. Juan Manuel Santos quis saber… se o Brasil está preparado para a Copa do Mundo.

FOTO: COLUNA DO ESTADÃO

Voou. O PSDB continua perdendo apoio em Campinas, maior cidade do interior do Estado. O vice-prefeito, Henrique Magalhães Teixeira, deixou o partido e deve ingressar no PSB. Ele é filho de José Roberto Magalhães Teixeira, o Grama, morto em 1996. Ex-prefeito, Grama inaugurou o PSDB local em 1988.

Crise no ninho. A decisão de deixar o partido deve-se a disputa interna por espaço. O comando da sigla em Campinas tem sido revesado há anos pelos grupos dos deputados Carlos Sampaio (federal) e Célia Leão (estadual). O presidente do partido, Paulo Periquito, é ligado à parlamentar.

É pra ontem. O Ministério Público Federal fixou prazo de cinco dias úteis para que a concessionária Norte Energia/SA – responsável pela hidrelétrica de Belo Monte, no estado do Pará – realize a imediata retirada e realocação das 62 famílias que vivem no bairro da lagoa do Jardim Independente I, no município de Altamira. A comunidade é uma das impactadas pelas obras da usina.

BOMBOU NA REDE! 

“Os inimigos da democracia, do progresso e da família devem ser dizimados nas urnas”, DE JAIR BOLSONARO, presidenciável pelo PSL, comemorando a vitória do conservador Mario Abdo para presidir o Paraguai.

COM REPORTAGEM DE NAIRA TRINDADE E LEONEL ROCHA. COLABOROU ROBERTO GODOY

Coluna do Estadão:
Twitter:
 @colunadoestadao
Facebook:
 facebook.com/colunadoestadao
Instagram:
 @colunadoestadão

Tendências: