Plano de Lula fala de militares em capítulo com críticas ao “autoritarismo” de Bolsonaro

Plano de Lula fala de militares em capítulo com críticas ao “autoritarismo” de Bolsonaro

Gustavo Côrtes

22 de junho de 2022 | 05h00

O papel das Forças Armadas em um eventual governo de Lula foi incluído em um capítulo do plano de governo do petista intitulado “Defesa da Democracia”, repleto de críticas à gestão de Bolsonaro, classificada como “autoritária”. De acordo com o texto, Exército, Marinha e Aeronáutica deverão cumprir “estritamente o que está definido pela Constituição”.

Foto: André Dusek/Estadão.

QUADRADO. Apesar do tom crítico, formuladores do documento admitem a presença de militares em cargos comissionados, desde que desempenhem “funções compatíveis com a sua formação”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.