Exclusivo: PGR pede explicações a ministro da Justiça sobre Carne Fraca

Luiza Pollo

23 de abril de 2017 | 05h00

Osmar Serraglio Foto: André Dusek/Estadão

Osmar Serraglio Foto: André Dusek/Estadão

A Procuradoria-Geral da República intimou o ministro da Justiça, Osmar Serraglio, a apresentar defesa em procedimento investigatório instaurado em decorrência da Operação Carne Fraca. Interceptação telefônica flagrou o ministro chamando de “grande chefe” o ex-superintendente do Ministério da Agricultura no Paraná Daniel Gonçalves Filho, apontado como líder do esquema. O ministro recorreu ao fiscal, que está preso, para pedir que acudisse o dono de um frigorífico sob fiscalização no Paraná. O fiscal avalia fazer delação premiada.

Caminhos. A partir desse procedimento, a PGR pode pedir ao STF a abertura de inquérito contra Serraglio ou o arquivamento do caso.
Defesa. A assessoria do ministro Osmar Serraglio informa que ele apresentou sua defesa à PGR na última semana e diz que o peemedebista apenas tentou preservar os empregos do frigorífico que seria fechado.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: