PF interrogou policiais civis de SP que acompanharam Joesley em depoimento

Andreza Matais

21 de junho de 2017 | 17h20

 

Dois policiais civis de São Paulo que acompanham o empresário Joesley Batista no depoimento que ele prestou para a Polícia Federal, em Brasília, nesta quarta-feira tiveram que prestar esclarecimentos para delegados da Polícia Federal. A PF não foi comunicada de que eles foram destacados para fazer a segurança de Joesley, que diz sofrer ameaças desde que fechou acordo de delação premiada. Os dois policiais estavam armados, por isso foram autuados. A Polícia Federal irá comunicar o ocorrido à Secretaria de Segurança de São Paulo. Joesley Batista também foi ouvido a respeito do episódio. A Coluna apurou que ele disse que a J&f contratou os seguranças e não saberia dar outros explicações além dessa.

O depoimento de Joesley durou oito horas e foi encerrado há pouco. Ele foi questionado sobre ilegalidades envolvendo o BNDES, conforme revelou a Coluna.

 

Tendências: