Pensando na prisão domiciliar, executivos da Odebrecht cogitam se mudar

Pensando na prisão domiciliar, executivos da Odebrecht cogitam se mudar

-

Coluna do Estadão

09 de novembro de 2016 | 07h15

odebrecht

Executivos da Odebrecht que fizeram delação premiada se preparam para os tempos de prisão domiciliar.

Alguns cogitam se mudar para condomínios, onde possam fazer caminhadas. Contam com o precedente do lobista Fernando Baiano.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.