PDT filia Aldo Rebelo para disputar vaga no Senado por São Paulo

PDT filia Aldo Rebelo para disputar vaga no Senado por São Paulo

Matheus Lara

31 de março de 2022 | 20h11

O ex-ministro Aldo Rebelo, agora filiado ao PDT. Foto: Felipe Rau/Estadão.

O PDT, do presidenciável Ciro Gomes, filiou nesta quinta-feira, 31, o ex-presidente da Câmara e ex-ministro Aldo Rebelo. Ele deve ser candidato ao Senado por São Paulo.

“É um excelente nome, só depende dele”, disse o presidente da sigla, Carlos Lupi, à Coluna.

Rebelo já passou pelo PCdoB e pelo Solidariedade. Além de deputado federal entre 1991 e 2011, foi ministro nos governos do PT. Com Lula, esteve à frente da Secretaria de Coordenação Política entre 2004 e 2005. Nos governos de Dilma Rousseff, comandou as pastas de Esporte (2011-2015), Ciência e Tecnologia (2015) e Defesa (2015-2016).

Entre 2018 e 2019, Rebelo foi Secretário da Casa Civil da gestão Márcio França (PSB) no governo de São Paulo.

O ex-ministro chegou a lançar no ano passado sua pré-candidatura à Presidência. Em entrevista ao Estadão, afirmou que o Brasil tem um governo “fraco” e uma oposição “desorientada”. Também afirmou, enquanto se colocavam como presidenciável, que a terceira via “não tinha mais vaga”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.