PDT expulsa deputado por votar a favor da reforma trabalhista

Andreza Matais e Naira Trindade

27 de abril de 2017 | 10h33

A Executiva Nacional do PDT decidiu expulsar o deputado  Carlos Eduardo Cadoca (PE) por votar favorável à reforma trabalhista, contrariando decisão  do partido.

Em Convenção Nacional do PDT, em 17 de março, onde o Diretório Nacional fechou questão contrária às reformas do atual governo por acreditar que a proposta retira direitos dos trabalhadores.

Em nota assinada pelo presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, o PDT considerou o governo “ilegítimo, imoral e sem qualquer apoio popular” e alegou que o partido “tem a obrigação de ficar ao lado do trabalhador brasileiro”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: