Pazuello prepara novo protocolo para covid-19

Pazuello prepara novo protocolo para covid-19

Coluna do Estadão

26 de maio de 2020 | 05h00

Foto: Erasmo Salomão/MS

Quase três meses após a OMS declarar pandemia, o Ministério da Saúde vai publicar nos próximos dias um protocolo de atendimento a pacientes que apresentam sintomas da covid-19, mas sem um quadro tão grave. Com a intenção de desafogar as UTIs, a pasta quer orientar os hospitais a tratá-los também com oxigênio ou ventilação para evitar que a situação evolua. O documento é o segundo de uma série de três que o ministério planeja divulgar. O primeiro foi o polêmico da cloroquina e o terceiro deve tratar de mão de obra especializada.

Tarda… A demanda de prefeitos por protocolos desse tipo vem de gestões anteriores na Saúde. O texto foi prometido pelo ministro interino Eduardo Pazuello aos gestores municipais na semana passada.

…mas não falha. Para o secretário executivo da Frente Nacional de Prefeitos, Gilberto Perre, ainda que não tenha um caráter normativo, o protocolo é importante para ajudar no alinhamento de ações das três esferas municipais, estaduais e federal.

Rumo. “Sem esse documento norteador, a tomada de decisões fica sujeita às análises de cada um, sem um respaldo de uma orientação nacional”, disse.

Deixa quieto. Mesmo após a OMS ter suspendido estudos sobre o uso da cloroquina, a Saúde informou que, por enquanto, não pretende rever o protocolo de uso da substância publicado na semana passada.

Esquivou. A ANS discutiria ontem a gestão unificada de leitos públicos e privados durante a pandemia. Mas o presidente interino, Rogério Scarabel, adiou a reunião minutos antes por ter passado mal. Diretores da agência viram a justificativa como “desculpa” para fugir da discussão.

CLICK. O governo de SP foi às redes sociais desmentir vídeo em que PMs batem continência supostamente a ato bolsonarista. Era homenagem a um policial morto.

Reprodução/Instagram

Agora… O vídeo da reunião ministerial resolveu entre os empresários um mistério: nas conversas com o setor produtivo, Braga Netto só chamava sua estratégia para recuperar a economia de Plano Marshall, conforme revelou a Coluna. Na coletiva do anúncio, porém, negou o apelido publicamente.

…sim. Foi para não melindrar ainda mais Paulo Guedes, até então excluído da elaboração e que detestou a menção ao plano dos americanos após a Segunda Guerra. Para os empresários, o sonho de Braga Netto era sair da crise como o general Marshall brasileiro.

SINAIS PARTICULARES.
General Walter Braga Netto, chefe da Casa Civil

Ilustração: Kleber Sales

Levando… Legenda com maior número de prefeituras no País, o MDB vai realizar uma pesquisa interna com seus parlamentares e presidentes de diretórios estaduais sobre eleição municipal durante a pandemia.

…a voto. A decisão foi tomada pelas bancadas no Congresso. Ainda não há consenso sobre manter ou não a data e, se for o caso, por quanto tempo adiá-la. Mas todos concordaram que a disputa deve continuar neste ano, para que não haja mandatos-tampão.

Há males… Críticos no governo de Ernesto Araújo veem uma janela de oportunidade caso o trecho censurado da reunião ministerial, em que se fala da China, acabe vazando. Bolsonaro seria obrigado a abraçá-lo de vez ou a trocá-lo por um nome menos hostil ao parceiro comercial.

…para o bem? Estes governistas citam como um bom nome Flávio Rocha, secretário de assuntos estratégicos do Planalto. Além de ter a confiança do presidente, seria qualificado para o posto, dizem.

PRONTO, FALEI! 

Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Renato Sérgio de Lima, Presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública: “Sérgio Moro perdeu o discurso de combate à violência e ficou menor”, sobre o ex-ministro ter assinado portaria que ampliou acesso a munições por pressão de Bolsonaro.

COM REPORTAGEM DE MARIANA HAUBERT E MARIANNA HOLANDA (O EDITOR ALBERTO BOMBIG ESTÁ EM FÉRIAS). COLABOROU MATEUS VARGAS.

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: