Paulinho da Força manobra para adiar eleição na Câmara para dia 10

Luiza Pollo

13 de janeiro de 2017 | 11h11

paulinho da forca

Em pleno recesso parlamentar, o deputado federal Paulinho da Força (SD) se movimenta para recolher assinaturas para empurrar para o dia 10 a eleição para a formação da nova Mesa Diretora da Câmara. Aconselhado pelo deputado estadual Campos Machado, Paulinho quer obter o máximo de assinaturas para pressionar o atual presidente, Rodrigo Maia, a rever a data, que está marcada para às 9h de 2 de fevereiro. A decisão de agendar o dia da escolha é de Rodrigo.

Paulinho manobra para ganhar tempo para que o Supremo possa se manifestar em relação à reeleição de Rodrigo Maia, já que a Corte máxima está em recesso até início de fevereiro. Ainda no páreo, o deputado Rogério Rosso (PSD-DF) também já havia pedido a Maia que se atrasasse a data da eleição em uma semana. Nos bastidores, ministros do Supremo têm sinalizado que não vão interferir na disputa interna da Câmara.

Paulinho acompanhou Jovair Arantes (PTB-GO), candidato à presidência da Câmara, em café  da manhã com aliados em São Paulo. Na parte da tarde, o deputado deve se encontrar com o prefeito João Doria e com o governador Geraldo Alckmin. Segundo Paulinho, o Solidariedade está fechado com Jovair para a eleição. (Gustavo Zucchi e Naira Trindade)

Tendências: