Parlamentares criticam prisão de Suplicy e alfinetam Cunha: ‘Prenderam o Eduardo errado’

Parlamentares criticam prisão de Suplicy e alfinetam Cunha: ‘Prenderam o Eduardo errado’

­

Mariana Diegas

25 de julho de 2016 | 16h38

Parlamentares usaram as redes sociais para criticar a prisão do ex-senador Eduardo Suplicy (PT-SP) nesta segunda-feira, 25, em São Paulo. Suplicy foi levado à delegacia pela tropa de choque da Polícia Militar por suposta desobediência durante confronto em uma reintegração de posse na zona oeste da capital.

A deputada Erika Kokay (PT-DF) e a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) ironizaram a situação: ‘Prenderam o Eduardo errado’, afirmaram, em crítica ao deputado afastado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Cunha é acusado de mentir à CPI da Petrobras e de ocultar contas bancárias no exterior.

 

Foto: Reprodução/Twitter

Foto: Reprodução/Twitter

O perfil oficial do PT no Twitter chegou a compartilhar a seguinte mensagem: “Suplicy preso por protestar numa reintegração de posse e Cunha solto jantando no Fasano! Esse é o resumo do Brasil hoje! Vergonha sem fim!”. O presidente nacional do partido, Rui Falcão, prestou solidariedade ao pré-candidato a vereador.

Os senadores Angela Portela (PT-RR) e Humberto Costa (PT-PE) e os deputados Maria do Rosário  (PT-RS) e Ivan Valente (PSOL-SP) também criticaram a ação da PM. O senador o Roberto Requião (PMDB-PR) disse que “nem Eduardo Cunha mereceria a estupidez com que a polícia de Alckmin tratou Suplicy”.

 

Foto: Reprodução/Twitter                                                              Foto: Reprodução/Twitter

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Eduardo Suplicy

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.