Para não fortalecer Pacheco, colegas de bancada trabalharam contra indicação para a Justiça

Para não fortalecer Pacheco, colegas de bancada trabalharam contra indicação para a Justiça

.

Luiza Pollo

17 de fevereiro de 2017 | 06h45

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Apesar do discurso de unidade, o PMDB mineiro nem sempre se entende. No caso da indicação do deputado Rodrigo Pacheco para o Ministério da Justiça, dois dos seis deputados do grupo trabalharam contra temendo que o colega ficasse forte demais.

Preterido na escolha para assumir a Justiça, Pacheco é o nome do PMDB para presidir a CCJ da Câmara.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo Pacheco

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.