Para aliados, pauta de Doria vai além de SP

Para aliados, pauta de Doria vai além de SP

Coluna do Estadão

08 de junho de 2019 | 05h00

Governador de São Paulo, João Doria. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Aliados de João Doria dizem que ele foi mal interpretado ao cobrar com contundência a inclusão dos Estados na reforma da Previdência. Deixou a impressão de tratar-se apenas de um interesse dos paulistas, quando a situação fiscal de outros governos é bem mais grave. Segundo um desses aliados, Doria usa o peso de SP “a favor do País”. Líderes governistas na Assembleia-SP têm certeza de que, se for mesmo necessária votação na Casa, a reforma será aprovada sem sustos, a despeito dos solavancos de sempre (protestos do funcionalismo etc.).

Lá e cá. O PSL de Jair Bolsonaro tem 15 deputados na Assembleia-SP e, apesar de não fazer parte da base formal de apoio a João Doria, não tem como se opor a um projeto defendido no âmbito federal pelo governo do “capitão”.

Conta. Somados os votos dos partidos formalmente alinhados ao Palácio dos Bandeirantes com os da bancada do PSL, a reforma passa com folga em SP.

Deixa comigo. Governos do Nordeste também têm repetido ter força para aprovar eventuais reformas. Ninguém quer parecer fraco e sem base sólida de apoio.

Pires. O Plano Mansueto (socorro aos Estados) nem sequer começou a tramitar na Câmara e já tem fila no Ministério da Economia. Pernambuco, por exemplo, já levou sua documentação.

Falta. Depois do clima ruim entre os governadores no vai e vem da divulgação de cartas sobre a Previdência, a expectativa do encontro deles em Brasília na próxima semana é de alguns desfalques. A ver.

CLICK. Alunos da Escola Castanheiras (SP) estiveram no Congresso para entrevistar o deputado Alexis Fonteyne (Novo-SP) sobre agrotóxicos e questões de moradia.

Instagram Alexis Fonteyne (Novo-SP)

Fogueira. A convite da senadora Daniella Ribeiro (PP-PB), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), foi a Campina Grande (PB) participar da abertura do São João.

SINAIS PARTICULARES.

Davi Alcolumbre, presidente do Senado

É ritmo… O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, participa hoje do Arraiá Aéreo, que organiza todos os anos em Bauru (SP). Desta vez, como ministro, reuniu-se na véspera com parte da bancada e com 40 prefeitos da região.

…de festa. A movimentação alimentou a expectativa na cidade paulista da participação de Jair Bolsonaro.

Divulgação do Arraiá Aéreo com montagem da banda com o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes. Foto: Reprodução.

Imagina… O desembargador Abel Gomes, relator dos processos da Lava Jato do Rio de Janeiro no TRF-2, também teve aplicativo de mensagens clonado.

…se a moda pega. Ele acionou a Polícia Federal para saber se tem a ver com seu trabalho. Sérgio Moro também teve telefone pessoal clonado nesta semana.

Propaganda. A campanha do pacote anticrime de Sérgio Moro está orçada em R$ 10 milhões. Os casos “vida real” de violência estão sendo selecionados pela agência Artplan.

Derrota… Decisão do TJ do Rio pode acabar com a sucumbência (honorários pagos a procuradores estaduais) em casos de renegociação amigável de Termos de Ajustamento de Condutas (TACs). O dinheiro, R$ 5 milhões só nesse caso, iria para o Fundo dos Procuradores do Estado.

…dos procuradores. A decisão deve criar precedente para os demais Estados do País para compor passivos e disputas ambientais. Não à toa, o escritório Bruno Calfat Advogados, responsável pela ação, acaba de abrir filial em SP.

PRONTO, FALEI!

Marcelo Freixo, deputado federal (PSOL-RJ): “Tem que acabar com isso de que é contra ou a favor do Moro. Não é essa a polêmica do projeto. É normal uma lei mudar. Se votar no afogadilho, pode trazer consequências muito sérias. A pressa é inimiga da República”, sobre pacote anticrime

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Tendências: