Para aliado, prioridades do governo Bolsonaro estão sendo cumpridas

Para aliado, prioridades do governo Bolsonaro estão sendo cumpridas

Coluna do Estadão

23 de junho de 2019 | 05h00

Presidente Jair Bolsonaro. FOTO: WILTON /ESTADÃO

Com Jair Bolsonaro prestes a completar seis meses de mandato, um aliado que tem assento garantido na mesa onde são tomadas as grandes decisões do governo entende como prodigiosa até o momento a “missão” comandada pelo “capitão”, mesmo a economia permanecendo estagnada e o desemprego em alta. Segundo ele, na lista das prioridades do Planalto, as duas primeiras estão sendo rigorosamente cumpridas: a “descontaminação” dos gabinetes da Esplanada da “ideologia esquerdista” e o “combate às práticas corruptas” nos ministérios.

Ponto anotado. No Congresso, a despeito das trombadas na articulação política do presidente, a sensação é de que Bolsonaro foi hábil ao colocar gente na rua pressionando os parlamentares pela aprovação da reforma da Previdência.

Próximo… Na seara econômica, se cristaliza a certeza de que o governo só produzirá efeitos quando a reforma da Previdência for aprovada pelo Congresso.

… semestre. Em audiência recente na Câmara, o próprio ministro Paulo Guedes deu o tom, ao rebater comentários de que a economia não responde: “Responder a quê? O que nós fizemos para ela crescer?”.

Sem… A ordem geral no Ministério da Economia é submergir. O objetivo, claro, é evitar o risco de qualquer ruído novo ser mal interpretado, gerar rusgas com o Congresso e atrasar a apreciação da reforma.

… marola. Até agora, o governo avalia ter atravessado são e salvo a tempestade provocada pelas revelações de supostas conversas de Sérgio Moro (Justiça) com procuradores da Lava Jato. Mas acha que uma nova crise com a cúpula do Congresso complicaria o ambiente.

SINAIS PARTICULARES.

Jair Bolsonaro, Presidente da República

Kleber Sales

Mais… A União tem hoje 50.814 imóveis utilizados para prestação de serviços públicos, avaliados em R$ 654 bilhões no final de 2018. O valor foi obtido via requerimento de informação do deputado Roberto de Lucena (Podemos-SP).

… grana. O parlamentar vê nesses ativos uma alternativa para a Previdência: “Precisaríamos colocar essa extraordinária carteira no mercado de títulos imobiliários”, afirma Lucena.

CLICK. O vice-presidente, Hamilton Mourão, aproveitou o feriado para descansar no Rio de Janeiro. A mulher dele, Paula, postou foto do casal em Copacabana.

Futuro… A alta expectativa pela análise e votação da reforma da Previdência ampliou o clima de desconfiança a reinar em Brasília. De todos os lados, atores em papéis importantes até aqui no enredo do poder temem ser descartados quando o assunto estiver encerrado.

… incerto. Para fazer pesar ainda mais esse clima, o Estado mostrou que grupos de parlamentares articulam as reeleições de Rodrigo Maia (DEM-RJ) e de Davi Alcolumbre (DEM-AP) no comando do Congresso. No Executivo, a trama soou como declaração de guerra.

Últimos… A articulação política do governo foi pega de surpresa com o anúncio do projeto do presidente sobre dar “retaguarda jurídica” a policiais em operações de Garantia da Lei e da Ordem. Não com o mérito: há afinidades de princípios com o teor da medida.

… a saber. A surpresa ficou por conta, mais uma vez, restrita à forma como o projeto foi anunciado sem combinação prévia. Em outras palavras, foram informados pela imprensa.

PRONTO, FALEI!

General Luiz Eduardo Ramos. FOTO: WERTHER SANTANA/ESTADÃO

General Ramos, ministro nomeado da Secretaria de Governo: “Se um deputado com ponto de vista divergente reivindica emenda parlamentar que ajuda uma creche, por exemplo, temos de conversar”, sobre a articulação

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.