“Padilha não está entendendo nada”, diz Freire sobre reforma da Previdência

“Padilha não está entendendo nada”, diz Freire sobre reforma da Previdência

Partido é contra o governo, que terá apenas dois anos, priorizar uma medida que terá efeito a longo prazo

Coluna do Estadão

28 Agosto 2016 | 06h15

 Roberto Freire (PPS). Foto: Divulgação

Roberto Freire (PPS). Foto: Divulgação

Depois do PSDB, o PPS será o próximo partido da base a bater de frente com a gestão Temer. A sigla é contra um governo de apenas dois anos gastar energia com a reforma da Previdência, uma vez que não terá efeito imediato na economia.

“Padilha não está entendendo nada. O fundamental é pôr a economia no rumo. A reforma fica para o próximo presidente”, diz o presidente do PPS, Roberto Freire, sobre o ministro-chefe da Casa Civil defender a medida como prioritária.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Mais conteúdo sobre:

Embate