Pacheco resiste a abertura de CPIs da Petrobras e do MEC

Pacheco resiste a abertura de CPIs da Petrobras e do MEC

Julia Lindner

23 de junho de 2022 | 05h00

Nem a CPI do MEC, nem a CPI da Petrobras têm acolhimento no gabinete de Rodrigo Pacheco (PSD-MG). O presidente do Senado quer evitar esse tipo de embate neste ano eleitoral. No caso do MEC, a alegação é que a prisão do ex-ministro não é suficiente como fato determinante e, para a Petrobras, que o objeto de investigação é vago.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG). Foto: Dida Sampaio/Estadão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.