Ordem no Planalto é concentrar atenção nas reformas e esquecer lista da Fachin

Ordem no Planalto é concentrar atenção nas reformas e esquecer lista da Fachin

.

Luiza Pollo

12 de abril de 2017 | 05h45

Eliseu Padilha é alvo de dois inquéritos na Lava Jato. Ilustração: Kleber Sales/Estadão

Eliseu Padilha é alvo de dois inquéritos na Lava Jato. Ilustração: Kleber Sales/Estadão

Apesar do impacto do terremoto político provocado pela lista de Fachin, o governo vai tentar não se desviar da agenda das reformas previdenciária e trabalhista.

No Planalto, a ordem é não cometer o erro político da ex-presidente Dilma Rousseff que focou demais na discussão de seu impeachment e acabou vendo a paralisia de seu governo.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Eliseu Padilha

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.