Operação Decantação cumpre 15 mandados de prisão; veja lista

Fábio Fabrini, Andreza Matais e Fabio Serapião

24 de agosto de 2016 | 08h31

decantação

 

A Operação Decantação, deflagrada nesta quarta-feira pela Polícia Federal, prendeu o diretor-presidente da Saneago, empresa de saneamento de Goiás, José Taveira Rocha. Ele foi secretário de Fazenda do governador Marconi Perillo (PSDB), de quem é próximo. Conforme a Coluna revelou, entre os alvos também está o presidente do PSDB em Goiás, Afreni Gonçalves Leite. As investigações apontaram desvio de recursos públicos para financiamento de campanhas do PSDB no Estado.

Veja a lista dos alvos dessa operação*:

Prisão temporária:

José Taveira Rocha – Diretor Presidente da Saneago

Robson Borges Salazar – Diretor de Gestão Corporativa da Saneago

Afrêni Gonçalves Leite – Presidente do PSDB em Goiás e Diretor de Expansão da Saneago

Nilvane Tomas de Sousa Costa

Prisão Preventiva:

Ridávia Matos Azevedo

José Raimundo Alves Gontijo – pregoeiro

Emmanuel Domingos Peixoto – presidente da Comissão Permanente de Licitações da Saneago

José Vicente da Silva

Luiz Humberto Gonçalves (Betinho da Saneago) – funcionário da empresa

Frederico José Navarrete Lavers

Gilberto Richard de Oliveira

Rafael Santa Ferreira Sá

Charles Humberto de Oliveira – empresário

Eduardo Henrique de Deus

Carlos Eduardo Pereira da Costa

*Todos foram alvo de busca e apreensão.

Outro lado.

A Coluna entrou em contato com o governo de Goiás, mas ainda não obteve resposta.

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.