Onyx se fortalece para desafio após o carnaval

Onyx se fortalece para desafio após o carnaval

Coluna do Estadão

01 de março de 2019 | 05h00

Ministro Onyx Lorenzoni. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

É quase consenso entre governistas do Congresso que Onyx Lorenzoni sai para o recesso de carnaval politicamente maior do que chegou ao Planalto há dois meses. A vitória de Davi Alcolumbre (DEM-AP) sobre Renan Calheiros (MDB-AL), arquitetada pelo ministro, e o reconhecimento, ainda que tardio, de Jair Bolsonaro da necessidade de negociar com o Parlamento foram decisivos no fortalecimento do chefe da Casa Civil. A partir da Quarta de Cinzas, porém, terá de mostrar eficiência e montar uma base de apoio se quiser manter o capital.

Parceria. Assim como o presidente Jair Bolsonaro, Onyx passará o fim de semana em Brasília. Os dois vão se encontrar para conversar sobre a Previdência.

Inovação. Como parte do esforço do governo de se aproximar do Congresso, a equipe do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, desenvolveu um aplicativo para os políticos acompanharem a execução das emendas parlamentares.

Startup. A ferramenta será apresentada pelo próprio ministro na Comissão de Seguridade da Câmara quando ela for instalada.

Fé… Em audiência no Senado, Jaques Wagner (PT-BA) elogiou o ministro Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) por colocar para arrendamento os portos de Salvador e de Aratu, administrados pela Codeba.

…no governo. “Quando eu era aliado do governo federal, não consegui arrendá-los. Quem sabe agora como oposição eu consigo”, brincou o petista.

Tesoura. Em grave crise fiscal, as secretarias da Fazenda e do Planejamento do RS estão fazendo um pente-fino nos benefícios de servidores. Eles têm, por exemplo, reajustes salariais automáticos: 3% a cada 3 anos, 15% a cada 15 anos.

Soldado… O Exército criou um recruta virtual que responderá pelo Messenger (Facebook) dúvidas dos 90 mil jovens que ingressam no serviço militar.

…virtual. Ele se chamará Max, nome com duplo significado. Homenageia o herói brasileiro da Segunda Guerra Max Wolf Filho e é a sigla de Módulo Auxiliar de Relações Públicas.

SINAIS PARTICULARES
LÍDERES DO CONGRESSO
Otto Alencar, líder do PSD no Senado

ILUSTRAÇÃO: KLEBER SALES/ESTADÃO

Pierrô solitário. O ex-presidente Lula vai ficar sem receber visitas até a Quarta-Feira de Cinzas. Motivo: dedetização na superintendência da PF em Curitiba.

Bloquinho. Do lado de fora da superintendência, uma vigília carnavalesca de apoiadores está programada.

Deixa disso. Na semana passada, de dentro da prisão, Lula teve de atuar para serenar os ânimos de Paulo Okamotto e Márcio Macedo, um dos vices do PT. Os dois se desentenderam durante uma reunião do Comitê Lula Livre.

CLICK. Único bombeiro no Congresso, o deputado Capitão Derrite esteve ontem em Brumadinho (MG). “E ainda tem quem diga que militar tem privilégios”, afirmou ele.

FOTO: DIVULGAÇÃO/CAPITÃO DERRITE

Pegou… O Palácio dos Bandeirantes ainda não entendeu por que Antonio Ferreira Pinto, ex-secretário de Segurança Pública do Estado, passou a integrar o Conselho Gestor da Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo.

…mal. Ferreira Pinto coordenou a campanha de Paulo Skaf (MDB), adversário de João Doria (PSDB), a governador e, quando secretário, afastou do Deic Ruy Pontes, atual delegado-geral de Polícia. A indicação dele foi da atual secretaria.

PRONTO, FALEI!

Daniel José. FOTO: BRUNO MOREIRA

Daniel José, deputado estadual (Novo): “Não entendo como o governo, depois da onda de renovação, apoia para a Mesa da Assembleia-SP chapa que conserva práticas antigas, compondo com o PT.”

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA. COLABOROU RICARDO GALHARDO

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Tendências: