OAB comemora arquivamento de representação contra juiz que bloqueou WhatsApp

-

Coluna do Estadão

13 de agosto de 2016 | 11h20

Foto: Reprodução

Juiz Marcel Montalvão. Foto: Reprodução

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) comemorou decisão da Corregedoria Nacional de Justiça de arquivar procedimento que apurava “falta funcional” do juiz Marcel Montalvão, de Lagarto (SE), que determinou, em maio, o bloqueio do WhatsApp em todo o País.

Para o presidente da OAB Sergipe, Henri Clay Andrade, o posicionamento da ministra Nancy Andrighi “afastou o preconceito e confirmou altivez do juiz sergipano”.  Ao arquivar a representação contra o magistrado e alertar o aplicativo sobre “a obrigação de colaborar com a Justiça brasileira sempre que assim lhe for exigido”, a Corregedoria afirmou que ele “atuou na defesa da dignidade da jurisdição”.

“Os magnatas dos Estados Unidos precisam respeitar as leis e a magistratura brasileira. A representação contra o juiz sergipano foi esdrúxula. Além de preconceituosa, revelou síndrome de colonizado”, afirmou Clay, que é nascido em Lagarto.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.