Novo presidente do BNDES é ligado ao DEM

Novo presidente do BNDES é ligado ao DEM

Igor Gadelha

26 de maio de 2017 | 19h11

O novo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o economista Paulo Rabello de Castro, é filiado ao Partido Novo, mas é muito ligado ao DEM. Segundo democratas, Rabello costumava prestar serviços à legenda, como a elaboração de análises sobre economia. Ele é do O Instituto Millenium, entidade sem fins lucrativos e sem vinculação político-partidária com sede no Rio de Janeiro.

Parlamentares do DEM afirmam que Rabello teria admitido nas últimas semanas que estava “angustiado” na presidência do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cargo que ocupava desde junho de 2016. “Ele achava que não tinha mais o que fazer lá”, contou um cacique do partido.

O presidente nacional do DEM, senador José Agripino (RN), negou que Rabello seja indicado político da legenda. “Ele é simpatizante do nosso partido, um amigo há muito tempo. Eventualmente ele participava de eventos no partido”, disse o parlamentar potiguar.

O DEM tem a sétima maior bancada da Câmara, com 29 deputados, entre eles o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Como presidente da Câmara, caberá a Maia aceitar ou não os pedidos de impeachment do presidente Michel Temer.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.