Nordeste tenta conter epidemia de fake news

Nordeste tenta conter epidemia de fake news

Coluna do Estadão

03 de maio de 2020 | 05h00

Foto: Stephen Lam/Reuters

A epidemia de fake news em todos os Estados levou secretários de comunicação do Nordeste, após pedido dos governadores, a elaborar dossiê com as piores e mais nefastas mentiras que circulam nas redes sociais. A ideia é apresentar o compilado na CPI mista de Fake News, do Congresso. No Ceará, a Assembleia Legislativa aprovou lei, sancionada por Camilo Santana (PT), que prevê multa de até R$ 2.000 para quem compartilhar notícias falsas sobre a covid-19. Colegas dele se animaram com a possibilidade de adotar medidas semelhantes.

Opa. “É uma boa ideia. As fake news ajudam a matar a democracia. Em um contexto de pandemia, matam também pessoas”, diz Flávio Dino (PCdoB-MA).

Contra. O deputado estadual André Fernandes (PSL-CE), bolsonarista, critica a medida adotada pelo governo do Ceará. Segundo ele, trata-se de censura.

Bad news. “Enquanto o presidente se posicionar contra medidas de distanciamento social e priorizar disputas políticas, a tendência é de que o volume de fake news contra os governadores do Nordeste siga aumentando”, diz texto elaborado pelo secretários.

Fala… Em solenidade militar no Rio Grande do Sul na semana passada, ministros militares pediram ao governador Eduardo Leite (PSDB) que falasse a Jair Bolsonaro sobre o modelo de isolamento instituído naquele Estado, com diferentes níveis por região.

…que eu te escuto. O presidente ouviu calado. Ao final, se queixou da “politização” do tema. Leite aconselhou: não adianta o governo dizer que está tudo bem porque a população acompanha o noticiário e, consequentemente, as mortes em Manaus e outras cidades.

CLICK. Em tempos de pandemia, até a estátua de Juscelino Kubitschek, em Brasília, apareceu usando máscara. Na capital federal, o uso do acessório será obrigatório.

Reprodução/Instagram

Da maior… O criminalista e professor da FGV Celso Vilardi dimensiona a importância do depoimento de Sérgio Moro: o ex-juiz da Lava Jato tem de comprovar acusações para não correr o risco de responder por denunciação caluniosa.

…importância. Segundo Vilardi, Moro pode assumir fatos que tipificam o crime de prevaricação (tomar conhecimento de ilícito sem tomar providências).

Falando… Colar em Moro o estigma de “traidor” é hoje a empreitada número um do bolsonarismo entre os eleitores conservadores, especialmente os evangélicos e católicos. O “pecado” da traição têm forte simbolismo na religião com Judas Iscariotes, citado nominalmente pelo presidente.

…aos seus. Na história e nas artes, traidores também caíram em desgraça. Em um dos cantos do Inferno (Divina Comédia), Dante e Virgílio se deparam com Satanás mascando em suas três bocarras Judas, Marco Bruto e Caio Cássio, os dois últimos, traidores do ditador Julio César.

Deu… Um colega de Corte de Alexandre de Moraes (STF) evocou velho jargão ao comentar a suspensão, pelo ministro, da nomeação de Alexandre Ramagem: “a caneta dele está pesada”.

…ruim. “Juiz caneta pesada” é um termo usado pelos policiais e pela malandragem para designar magistrados muito rígidos na aplicação das penas.

SINAIS PARTICULARES.
Alexandre de Moraes, ministro do STF

Ilustração: Kleber Sales

PRONTO, FALEI!

Foto: Reprodução Facebook/José Luiz Penna

 

José Luiz Penna, presidente nacional do PV: “O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso falava em bolsões de governabilidade. Hoje, Jair Bolsonaro não tem nem pochete de governabilidade.”

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, MARIANA HAUBERT E MARIANNA HOLANDA.

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

coronavíruscovid-19Nordestefake news

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.