Nas redes, PT critica pacote de bondades e explora duração só até dezembro

Nas redes, PT critica pacote de bondades e explora duração só até dezembro

Julia Lindner

14 de julho de 2022 | 13h29

Um dia após a aprovação da PEC Kamikaze na Câmara, a campanha do ex-presidente Lula (PT) começou a disparar nas redes sociais alguns vídeos nos quais reforça o fato de que o aumento do programa Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600 só vale até o final deste ano. A ideia é defender que a medida é eleitoreira.

Foto: André Dusek/Estadão.

Internamente, a recomendação dos petistas é para que todos os aliados da chapa, como PSB e PV, compartilhem as mensagens nas redes sociais. Auxiliares do presidente Jair Bolsonaro (PL), por sua vez, apostam que o reajuste dos benefícios o ajudará a subir nas pesquisas.

“Com medo de Lula, o governo aumentou o valor do Auxílio Brasil e do Vale Gás, mas só dura até a eleição. É igual picolé, chupou, acabou. E para o povo, sobra só o palito”, diz um dos vídeos que exibe a imagem de um picolé derretendo.

Em outra gravação, algumas pessoas aparecem falando frases como “Bolsonaro só fez isso (aumento do Auxílio) porque está atrás do Lula nas pesquisas”, “vai só até dezembro” e “ele (Bolsonaro) vai dar com uma mão e tirar com a outra”. Ao final das falas, aparece a mensagem: “Passou a eleição, ele te deixa na mão”.

Tudo o que sabemos sobre:

PEC Kamikaze; Bolsonaro; Lula; Campanha

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.