Na ONU, Bolsonaro fala em ‘ideologia’ sete vezes e em ‘reformas’, apenas uma

Na ONU, Bolsonaro fala em ‘ideologia’ sete vezes e em ‘reformas’, apenas uma

Marianna Holanda

24 de setembro de 2019 | 16h42

Jair Bolsonaro durante a 74ª Assembleia-Geral das Nações Unidas Foto: Johannes EISELE / AFP

Na quase meia hora de fala de Jair Bolsonaro na ONU, reinou a ideologia – com suas variações, termo foi citado sete vezes. Socialismo, também, seis. Em meio a importantes reformas econômicas no Congresso, a palavra surgiu uma única vez: “Ambicioso programa de reformas”.

Os esforços na economia do País ocuparam um pequeno espaço no discurso de Bolsonaro. Mais precisamente, cerca de um minuto e meio dos quase 30. É quando ele cita os acordos EFTA e do Mercosul com a União Europeia.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.