Por reforma, governo demite dois no INSS

Por reforma, governo demite dois no INSS

.

Luiza Pollo

03 de maio de 2017 | 06h15

Nota atualizada às 10h41 de quarta, 3/5

Deputado Gonzaga Patriota. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Na ânsia de demitir os infiéis, o governo acabou exonerando dois nomes do INSS achando que eram indicações do deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE). O deputado diz que até tentou emplacar aliados nas vagas, mas sem sucesso.

Após a publicação da nota, a Secretaria de Governo informou que Patriota subscreve documento assinado por dois coordenadores de bancada no qual pede a nomeação do gerente executivo do INSS no Recife Wonei Alencar de Sá — exonerado ontem. O próprio INSS informou ao governo que também é indicação do deputado o gerente do INSS em Petrolina Thalys Eliel Amaral – razão pela qual também foi exonerado ontem.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Gonzaga Patriota

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.