Municípios querem fila única de leitos de UTI

Municípios querem fila única de leitos de UTI

Coluna do Estadão

17 de maio de 2020 | 05h00

Médicos tratam paciente com coronavírus Foto: Tiago Queiroz/Estadão

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) elaborou estudo em que defende a implementação da fila única de leitos de UTI para tratamento de pacientes com coronavírus. O documento, obtido com exclusividade pela Coluna, aponta a disparidade entre os leitos privados e públicos: a oferta, no primeiro caso, chega a ser quatro vezes maior, diz o levantamento. A CNM calcula que, se aplicada a medida, 16 dos 26 Estados do País mais o DF devem passar a ter mais de um leito de UTI para cada dez mil habitantes, alcançando a meta mínima da OMS.

Cenário. “A regulação absoluta de leitos pode significar a potencialização das ações de enfrentamento à covid-19”, diz a confederação. “Colegiados não podem ignorar a pauta, sob risco de promoção da ‘não gestão’ de toda da rede (de saúde).

Na letra fria. A CNM cita ainda que a lei do SUS prevê a requisição de bens privados, assegurada justo pagamento ou indenização.

Na vida real. Essa proposta já havia sido feita oficialmente ao Ministério da Saúde por outras entidades, como o Conselho Nacional de Saúde, mas enfrenta muita resistência no governo. Até o momento, como a Coluna mostrou, está na gaveta.

‘Oremos’… Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde, deixa um alerta para quem for assumir a pasta: “Querer acelerar (o fim do isolamento) pode tornar mais profunda a crise e mais lenta a retomada”.

…‘força SUS’. Para ele, o Brasil está na fase de “subida”. Manaus “está numa situação que já perdeu”, de transmissão descontrolada. Mandetta diz que RS e PR são os Estados que melhor se prepararam para o coronavírus. Centro-Oeste deve ser o último a atingir o pico.

CLICK. O Ceará recebeu nesta semana os 20 respiradores comprados pelo governo do Estado e pela prefeitura de Fortaleza, que estavam retidos em São Paulo.

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Proteção. A Comissão do Sistema Prisional do Conselho Nacional do Ministério Público vai ajudar, junto ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen), vinculado ao Ministério da Justiça, na doação e distribuição de quase três milhões de máscaras de pano.

Cota. Cada preso receberá três máscaras e cada funcionário, cinco. A ação é fruto de parceria dos órgãos com o grupo Itaú Unibanco e o Instituto Ação pela Paz.

Jogo de… Antes de se reunir com Jair Bolsonaro no Planalto nesta semana, o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) consultou aliados se deveria ir. O gesto, segundo disseram, tem uma explicação.

… xadrez. O presidente da Câmara procura romper com o isolamento imposto pela aliança entre Bolsonaro e Centrão. Para isso, busca retomar o protagonismo de diálogo com o governo, jogando para escanteio outras lideranças, em especial, Arthur Lira (PP-AL). O líder do PP sonha em ocupar o comando da Casa.

SINAIS PARTICULARES.
Simone Tebet, senadora (MDB-MS)

Kleber Sales

Questão… Depois de muitas reclamações de senadores sobre sessões virtuais demoradas, o presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP) deve anunciar mudanças no rito na próxima semana. Os parlamentares se queixam de colegas que usam a fala do plenário virtual para falar de tudo, menos da votação.

… de ordem. “Aqui não é fábrica de pães, mas de leis que, mesmo temporárias, com prazo de validade, têm incomensurável impacto na vida de todos, num dos momentos mais delicados do País”, afirmou a senadora Simone Tebet (MDB-MS).

BOMBOU NAS REDES!

Foto: Valéria Gonçalves/Estadão

Paulo Hartung, ex-governador do ES: “Tivemos a troca abrupta de três ministros. Já passou da hora das autoridades sentarem à mesa e discutirem os caminhos para a travessia da crise.”

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, MARIANA HAUBERT E MARIANNA HOLANDA

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.