“Mulher não terá direito a estabilidade se engravidar”, diz Camila Pitanga sobre reforma trabalhista

Luiza Pollo

23 Março 2017 | 22h07

 

A atriz Camila Pitanga divulgou vídeo de um minuto e meio em que critica a reforma trabalhista. “Dizem por aí que a reforma trabalhista gera empregos. Não gera. O que os autores da reforma querem é retirar direitos dos trabalhadores”, afirma. Na sequência, Camila Pitanga diz a reforma “vai piorar a qualidade dos empregos, ampliando a contratação dos temporárias”. “Esse tipo de contrato não dá nenhuma garantia para o trabalhador, que é dispensado sem receber as verbas rescisórias proporcionais ao tempo que trabalhou e sem seguro desemprego e, se for  mulher, não terá direito a estabilidade por ter ficado grávida”, diz Camila Pitanga. (Naira Trindade)