Mulher de Cabral comprou até máquina de assar frango com propina

Mulher de Cabral comprou até máquina de assar frango com propina

Andreza Matais

18 de novembro de 2016 | 13h32

A propina recebida pelo ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral não foi utilizada para comprar apenas bens de luxo. A mulher dele, Adriana Ancelmo, adquiriu uma máquina de assar frango, no estilo “televisão para cachorro”, por R$ 34.885,20. A Operação Lava Jato investiga todas os gastos feitos pelo casal.

Adriana é investigada por suspeita de lavagem de dinheiro. Ela foi levada a prestar depoimento ontem, mas liberada em seguida. Cabral está preso preventivamente. É acusado de comandar desvio de R$ 224 milhões do governo do Rio.

A máquina de assar frango foi entregue na mansão dos Cabral em Mangaratiba (RJ). Adriana também comprou outros utensílios, como tabuleiros para assar muffins, pães e pizzas, cada um com valor médio de R$ 400. No total, a ex-primeira-dama do Rio gastou R$ 48.401,84 para equipar sua cozinha.

 

frango

adriana

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.