MPF quer ouvir Trabuco em inquérito da Zelotes

MPF quer ouvir Trabuco em inquérito da Zelotes

-

Luiza Pollo

03 de junho de 2016 | 05h00

Foto: Clayton de Souza/ESTADÃO

Foto: Clayton de Souza/ESTADÃO

O Ministério Público Federal vai devolver à Polícia Federal o inquérito que indiciou o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, para que sejam realizadas novas diligências. Uma das medidas que serão solicitadas é a tomada de depoimento de Trabuco. O executivo foi indiciado pela PF por crime de corrupção ativa sem ter sido ouvido. Ele e outras nove pessoas são acusadas de envolvimento com esquema de corrupção no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). O criminalista José Carlos Dias fará a defesa de Trabuco no processo.

O crime de corrupção independe de qualquer formalização. Ou seja, o fato de o Bradesco não ter assinado contrato com o esquema criminoso, para os investigadores, não serve como garantia para isentar os seus executivos.

O Bradesco tem reiterado que Luiz Carlos Trabuco não participou de reunião com grupo investigado, não tendo havido qualquer negociação ou contratação de serviços.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: