MPF fará pente-fino em candidatos ao Planalto

MPF fará pente-fino em candidatos ao Planalto

Coluna do Estadão

22 Abril 2018 | 05h30

O Ministério Público prepara um pente-fino nos presidenciáveis para verificar quais deles podem ser enquadrados na Lei da Ficha Limpa. Um dos casos mais emblemáticos é o do ex-presidente Lula, condenado em 2.ª instância. Porém, será verificada a situação de todos. A medida é preventiva. Qualquer candidato pode requerer o registro. Até o dia 23 de agosto, MP, candidatos, coligações e partidos podem questionar o registro das candidaturas. Os sete ministros do TSE têm até o dia 17 de setembro para julgá-los, conforme previsto no calendário eleitoral.

Vem aí. Quando os registros forem julgados, a composição do TSE será outra. Já terão sido efetivados os ministros Og Fernandes e Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF. A aposta é a de que o tribunal ficará ainda mais rigoroso.

Bye bye. O ministro Luiz Fux, atual presidente, deixa o tribunal no dia 15 de agosto. Napoleão Nunes, em 30 de agosto – Nunes é visto como um dos ministros com posições mais favoráveis aos políticos.

Te saquei. Aliados do governo Temer dizem que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, tem negociado apoio à sua candidatura ao Planalto em troca de não se empenhar em votações e de garantir mais espaço para a oposição no plenário.

Consequência. O trato explicaria a não votação do projeto que cria o cadastro positivo e que tem como opositor o deputado Celso Russomanno (SP), do PRB.

Congelado. A decisão do tucano Aécio Neves sobre disputar ou não a eleição coloca em compasso de espera não apenas a política mineira, mas a nacional.

Xadrez. Se Aécio for candidato à reeleição, a aposta é que seu colega Antonio Anastasia desiste de disputar o governo de Minas e abre-se uma avenida. Diz um empresário: – Pode sair daí um nome novo para a corrida presidencial.

Bronzeado. Preso há quase dois anos, Palocci tem tomado “muito banho de sol”. É a senha na PF para quem está delatando.

Pano pra manga. O senador José Medeiros (PODE-MT) pedirá ao Conselho de Ética do Senado para analisar entrevista da presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), à TV Al-Jazira. Ele considera que a declaração da petista fere o decoro parlamentar.

Deixa comigo. O presidente do colegiado, João Alberto (MDB-MA), comentou com colegas que vai dar seguimento ao pedido e indicará rapidamente um relator para o caso.

CLICK. Presidente do PP, Ciro Nogueira come cachorro-quente em lanchonete de Teresina com relógio, cujo original custa R$ 500 mil. Ele diz ter réplica, comprada na feira.

FOTO: Instagram

Tenta outro. O Partido Novo não quer nem ouvir falar em candidatura única de centro. Interlocutores do presidenciável da sigla, João Amoedo, dizem que ele não desiste de jeito nenhum da disputa.

SINAIS PARTICULARES: João Amoêdo, presidenciável do Novo; por Kleber Sales

Pensa bem. O PSDB vai pregar o voto útil em Geraldo Alckmin como única alternativa para o centro participar do segundo turno. Irá dizer que é isso ou entregar o jogo para Lula versus Bolsonaro.

AGENDA DA SEMANA:

Terça-feira, 24

Câmara deve retomar análise de projeto do cadastro positivo

Deputados tentam consenso para votar a inclusão obrigatória de consumidores no cadastro de bons pagadores.

Terça-feira,24

TSE julga ação que pede cassação do governador da Paraíba

Ricardo Coutinho pode ter mandato cassado por supostamente usar a máquina pública na campanha de 2014 ao governo.

COM REPORTAGEM DE NAIRA TRINDADE E LEONEL ROCHA. COLABOROU RAFAEL MORAES MOURA

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadão