Moro indica que não vai recorrer ao TSE e deve disputar vaga ao Senado pelo Paraná

Moro indica que não vai recorrer ao TSE e deve disputar vaga ao Senado pelo Paraná

Julia Lindner

07 de junho de 2022 | 20h08

Após o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negar a sua transferência de domicílio eleitoral para São Paulo, o ex-ministro Sergio Moro (União) afirmou a aliados que não deve recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), como poderia. Ele sinalizou que pretende disputar vaga ao Senado pelo Paraná, seu Estado de origem. Com isso, Moro pode concorrer contra um de seus principais ex-aliados, o senador Alvaro Dias (Podemos-PR), que é pré-candidato à reeleição.

O ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil). Foto: Alexandre Meneghini/Reuters

Com a saída de Moro da disputa em São Paulo, o presidente da Câmara de Vereadores de São Paulo, Milton Leite (União), afirmou que mantém a sua pré-candidatura ao Senado normalmente. Moro também tentava se viabilizar ao posto, mas enfrentava resistências internas na legenda, que preferia que ele se lançasse como “puxador de votos” na eleição à Câmara dos Deputados.

Tudo o que sabemos sobre:

Moro; Senado; ParanáTSE

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.