Ministros do STF e STJ são aconselhados a não viajar para o RJ

Coluna do Estadão

09 de fevereiro de 2017 | 11h48

Prédio do Supremo Tribunal Federal. Foto: Divulgação

Prédio do Supremo Tribunal Federal. Foto: Divulgação

 

Os departamentos de segurança do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ) orientaram os ministros das duas Cortes a não viajar para o Rio de Janeiro pelo risco de possibilidade de greve de policiais militares. O temor é que se repita no Estado o caos vivido no Espirito Santo, onde já morreram mais de cem pessoas nos últimos seis dias no rastro da greve dos policiais militares.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.