Ministros do STF avaliam situação de Padilha como grave

Ministros do STF avaliam situação de Padilha como grave

.

Luiza Pollo

25 de fevereiro de 2017 | 05h00

Ilustração: Kleber Sales/Estadão

Ilustração: Kleber Sales/Estadão

Se a situação política do ministro Eliseu Padilha é delicada, a jurídica também não fica atrás. Ministros do STF avaliaram como “grave” a acusação do advogado José Yunes de que Padilha o usou como “mula involuntária” para receber um pacote das mãos do operador Lúcio Funaro. A Coluna revelou em dezembro que no pacote tinha R$ 1 milhão, dinheiro proveniente da Odebrecht. “É óbvio que é grave”, diz um ministro, para quem a única saída de Padilha para se preservar politicamente é estender o período de licença médica o quanto puder.

Para um ministro do STF, o tempo pode ajudar politicamente Padilha porque depois do Carnaval parte das delações da Odebrecht será divulgada e o caso dele pode (ou não) ficar menor perto da avalanche que virá.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Eliseu Padilha

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.