Ministro tentou evitar indicação para a ANTT

Ministro tentou evitar indicação para a ANTT

Coluna do Estadão

01 de janeiro de 2021 | 05h00

O ministro Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) telefonou para vários senadores tentando evitar a nomeação de Arnaldo Silva Júnior, aliado do senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para a diretoria da Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT). Pacheco é o candidato de Davi Alcolumbre (DEM-AP) para a sucessão do atual presidente da Casa. Mas o esforço do ministro não obteve sucesso. Se Freitas não aceitasse a indicação de Silva Júnior, Pacheco e Alcolumbre prometeram revidar: derrubariam nomes indicados pelo governo.

Foto: Alan dos Santos/Presidência da República

Letra… Como mostrou o Estadão, o governo ignorou as restrições da Lei das Agências Reguladoras na indicação de Silva Júnior, que foi deputado estadual em Minas Gerais entre 2015 e 2019 e comanda o diretório municipal do DEM em Uberlândia (MG).

…fria. A lei é clara ao proibir a indicação de políticos a cargos de diretoria de órgãos reguladores. Vem desgaste pela frente para a candidatura de Pacheco.

Falou… Ex-ministro de Jair Bolsonaro, o general Santos Cruz encerrou o ano com uma dura crítica ao presidente em sua conta no Twitter por causa das quase 195 mil mortes pela covid-19 em 2020 no País.

…tudo. Santos Cruz diz que o combate ao coronavírus é feito de maneira irresponsável pelo governo e lembrou dos termos usados por Bolsonaro para se referir ao vírus, como “gripezinha” e “resfriadinho”.

Direto. Escreveu o general: “Falta de liderança, fanfarronice, politização, despreparo. A falta de planejamento, de orientações técnicas sobre a vacina gerou atraso, insegurança e riscos para a população”.

Retrospectiva… Eduardo Pazuello assumiu o Ministério da Saúde como interino em maio, após a saída de Nelson Teich. O general repetia sempre que tinha uma missão determinada por Bolsonaro para cumprir e logo deixaria o cargo.

SINAIS PARTICULARES.
Eduardo Pazuello, ministro da Saúde

Ilustração: Kleber Sales

…em ilustrações. Porém, em setembro, Pazuello já se sentia à vontade como ministro, apesar de a pandemia não ter dado trégua. Naquela altura, o País caminhava célere para bater a marca de 150 mil mortes.

Venci… O governador Ibaneis Rocha (MDB) escolheu para estrelar campanha de final de ano contra a covid-19 um personagem no mínimo inusitado: André Luis Souza Costa da Silva, marido da primeira mulher contaminada, segundo dados oficiais, no Distrito Federal.

…a covid… Silva também acabou se contaminando. Até aqui, bela história de superação do casal, que, felizmente, venceu a doença a duras penas e agora alerta contra seus perigos. Em março, no entanto, Silva foi notícia no País porque se recusava a fazer o teste.

…e mudei… André Silva, então, foi objeto de ação judicial movida pelo DF por se recusar a cumprir o isolamento domiciliar e se submeter aos exames.

…minha visão. Segundo a assessoria do governo do DF, o casal André e Cláudia Silva não cobrou cachê para estrelar a campanha de prevenção à covid-19.

Alerta. Em material distribuído pela assessoria, André Silva diz: “Queremos dividir tudo o que aprendemos nas adversidades e ajudar as pessoas e conscientizá-las sobre as consequências da covid-19”.

CLICK. Jair Bolsonaro terminou 2020 sob pressão por conta da vacinação contra a covid-19 no País. O presidente abre 2021 sem um calendário definido de imunização.

Foto: Coluna do Estadão

PRONTO, FALEI!

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Gilmar Mendes, ministro do STF
“Tortura é crime inafiançável e imprescritível. Quem entoa saudades da ditadura só pode padecer de amnésia ou de falta de conhecimento histórico.”

COM ELIANE CANTANHÊDE

Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.