Ministro lamenta destruição de livros na UNB

Coluna do Estadão

05 Outubro 2018 | 10h57

O ministro dos Direitos Humanos, Gustavo Rocha, divulgou nota na qual lamenta o recente episódio envolvendo a danificação de livros na temática de Direitos Humanos e lutas sociais ocorrida na biblioteca da Universidade de Brasília (UnB). Leia a íntegra:

“A construção de uma sociedade plural, pacífica e tolerante pressupõe a coexistência de ideias e leituras distintas sobre fatos incontestáveis da história recente de nosso país.

Rasgar obras literárias que veiculam narrativas sobre as conquistas em Direitos Humanos é, em última análise, impedir a formação de uma visão crítica e democrática do mundo que nos cerca.”