Ministro interino da Transparência tem mestrado de combate à corrupção

Naira Trindade

30 de maio de 2017 | 15h58

Com a recusa de Osmar Serraglio para o Ministério da Transparência, o presidente Michel Temer decidiu colocar o secretário-executivo Wagner Rosário para comandar de forma interina a pasta. Rosário foi escolhido por Torquato Jardim para substituir o Carlos Higino Alencar na mudança do governo Dilma e Temer. Rosário tem mestrado na Espanha de combate à corrupção e foi o primeiro servidor de carreira a assumir o cargo de secretário-executivo. Veja a nota:

Nota Oficial:
O jurista Torquato Jardim toma posse nesta quarta-feira, às 10 horas, como titular do Ministério da Justiça, em substituição ao Deputado Federal Osmar Serraglio. O presidente Michel Temer reitera mais uma vez seu agradecimento pelo empenho e dedicação de Osmar Serraglio durante sua gestão no Ministério da Justiça.
O Ministério da Transparência e da Controladoria Geral da União será administrado interinamente pelo secretário-Executivo Wagner Rosário.

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.