Ministro diz que é ‘terrorismo político’ dizer que reforma trabalhista vai tirar direitos

­

Coluna do Estadão

03 de setembro de 2016 | 05h15

eliseu-padilha

Foto: Reprodução/TV Estadão

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha(PMDB-RS), negou que o novo governo vá acabar com direitos trabalhistas. “Isso é terrorismo político. Criam mentiras para impor o medo. Precisamos disseminar a verdade. E a verdade é que a reforma trabalhista não vai retirar nenhum direito do trabalhador. Ou seja, não haverá perda do 13º salário, do FGTS, do direto ao auxílio maternidade. Repito: nenhum dos direitos do trabalhador será tirado.”

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Bombou na Internet

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.