Ministro de Temer vai investigar governo de Bolsonaro

Ministro de Temer vai investigar governo de Bolsonaro

Coluna do Estadão

23 Novembro 2018 | 05h30

SINAIS PARTICULARES. Gustavo Rocha, ministro dos Direitos Humanos; por Kleber Sales.

De saída do Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer nomeia hoje para a Comissão de Ética Pública Gustavo do Valle Rocha, ministro de Direitos Humanos e subchefe para Assuntos Jurídicos. O colegiado vai ser responsável por investigar ministros e servidores do governo de Jair Bolsonaro (PSL). Com essa indicação, Temer passa a ter seis dos sete membros do conselho. Eles têm mandatos de três anos. Um é indicado por Dilma. Apesar da publicação no Diário Oficial da União de hoje, Rocha só tomará posse quando deixar os cargos no Executivo.

Casa nova. A partir de janeiro de 2019, Gustavo Rocha será secretário de Justiça do Distrito Federal do governador eleito Ibaneis Rocha. Ele continuará também no Conselho Nacional do Ministério Público até junho de 2019.

Ah, tá bom. Ao saber da costura em torno do seu nome para presidir o Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) procurou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), no Planalto, onde substituía Temer. Quis esclarecer que não atrapalhará a reeleição de Maia.

Tapete vermelho. Em reunião com a bancada na Câmara, o PPS anunciou o convite ao senador Antônio Anastasia (PSDB-MG) para filiar-se ao partido.

Repaginado. O aceno ao mineiro faz parte de um esforço da legenda para se reposicionar. Nesse mesmo encontro, foi convocado um congresso para janeiro, no qual debaterão a mudança do nome do partido. Entre os cotados, estão Movimento 23 e Cidadania.

Vou pensar. No PSDB, Anastasia é titular de cinco comissões do Senado. Pesa na decisão para ficar na legenda o trabalho que realiza nesses colegiados. Procurada, a assessoria do tucano nega ter havido o convite.

Tô chegando. Recém-eleita senadora da Paraíba, Daniella Ribeiro, irmã do deputado Aguinaldo Ribeiro, será a líder do PP no Senado, já no primeiro mandato.

Sondado. Escalado para chefiar a Casa Civil do governo Doria, o ministro Gilberto Kassab sondou Miguel Bucalem, seu ex-secretário de Desenvolvimento Urbano, para comandar a pasta da Habitação.

De aluguel. O futuro ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), gastou R$ 258 mil em aluguel de aeronaves e veículos na atual legislatura. Na véspera da eleição municipal, em setembro de 2016, pagou R$ 45 mil pelo uso de um bimotor.

A base. Os deslocamentos foram feitos em áreas rurais de Mato Grosso do Sul, seu reduto eleitoral. A assessoria de imprensa dele informou que a utilização dessas aeronaves é necessária porque as cidades não dispõem de voos comerciais e são muito distantes.

CLICK. Preterido para assumir a Educação, o procurador da República Guilherme Schelb escreveu xadrez com ‘s’ no Twitter. A pasta fica com Ricardo Vélez Rodríguez.

Foto: Reprodução/Twitter Guilherme Schelb

MBL Experience. Marcado para hoje e amanhã, em São Paulo, o 4.º Congresso do MBL promete aos inscritos campeonato de debates. Entre as “estrelas” do evento está o economista Paulo Guedes, futuro ministro da Economia. Os ingressos já estão esgotados.

Previdência. Só dois dos dez membros que vão compor a comissão criada para estudar a reforma da Previdência municipal de SP são contra o projeto que estabelece teto para o funcionalismo público. O texto pode ser votado este ano.

Queima de estoque. O partido Novo aproveitou a Black Friday e fez um saldão de produtos em seu site. “Ajude a manter o único partido que não usa dinheiro público”, diz a mensagem. Os descontos sobre os produtos chegam a 50%.

Reprodução/Site do Novo

PRONTO, FALEI!

Deputado estadual Campos Machado (PTB-SP). Foto: Werther Santana/Estadão

“E se o uso terapêutico for utilizado como cavalo de Troia pelos que desejam liberar de vez as drogas?”, DO DEPUTADO ESTADUAL CAMPOS MACHADO (PTB-SP), sobre o projeto de descriminalização do cultivo da maconha.

COM NAIRA TRINDADE (editora interina) E REPORTAGEM DE JULIANA BRAGA E ADRIANA FERRAZ. COLABOROU ELIANE CANTANHÊDE

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao